Diário de um poeta

Aqui, onde os sonhos possuem as madrugadas e seguem em frente no arrepio do destino destes poemas de amor. Fica comigo, porque estou contigo poemando-te. Se por acaso eu não estiver, sabe que sempre estou e te estou. Sou uma vertigem no-em-ti.

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

As coisas simples

Lá onde as andorinhas pintam o horizonte
e as coisas simples se esquecem do que foram
quando foram o que poderiam ter sido

5 Comments:

  • At quinta-feira, fevereiro 08, 2007 5:33:00 da manhã, Blogger Aut said…

    Poeta-vida passou por aqui?

     
  • At quinta-feira, fevereiro 08, 2007 6:38:00 da manhã, Anonymous Gabi Ninck said…

    Meu Homem,Homem

    Aqui,onde vejo e sinto
    horizonte de desejo,voam andorinhas
    onde as coisas do olhar
    antes simples e vazio
    encontra um composto
    posto que me és,

    quando...sendo-me neste tempo
    à impossibilidade em sermos
    no antes que se foi;
    Resgato pois, neste dia
    neste hoje, neste agora-aqui
    tudo, tudo, tudo...
    que poderia ter sido.

    Re-vivamos os dias perdidos
    neste composto das coisas simples
    neste jogo de amor em sonhos
    que bem sabemos jogar em versos
    realidade do que somos

     
  • At quinta-feira, fevereiro 08, 2007 7:02:00 da tarde, Anonymous lisa pontes de carvalho said…

    Dar valor as coisas simples da vida, é fundamental para vivermos bem. Enxergar essas pequenas coisas boas da vida e saber valorizá-las são para poucos!!!
    Rir a ponto de não agüentar mais, de vc mesmo(a) ou sem motivo nenhum
    Escutar sua música favorita tocar no rádio.
    Pegar aquela chuva de verão .
    Um milkshake de chocolate.
    Uma ligação de alguém que está distante.
    Uma boa conversa.
    Acordar e descobrir que ainda pode dormir por mais algumas horas.
    Gastar tempo com os velhos amigos ou fazer novos.
    Ir a um ótimo show.
    Segurar na mão de alguém que vc realmente gosta.
    Encontrar um velho amigo e perceber que algumas coisas (boas ou ruins) nunca mudam.
    Acordar toda manhã e agradecer a Deus por mais um lindo dia...

     
  • At quinta-feira, fevereiro 08, 2007 7:23:00 da tarde, Anonymous Vertigem said…

    Poeta dos meus sonhos,

    Neste canto pintado
    de cores que só as
    aquarelas das andorinhas
    sabem colorir no horizonte
    as coisas simples
    ganham sabor fecundo
    do que foram no esquecimento...

    Foram o que poderiam ter sido:
    O ontem do nosso futuro!

     
  • At quinta-feira, fevereiro 08, 2007 10:02:00 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    É?

     

Enviar um comentário

<< Home