Diário de um poeta

Aqui, onde os sonhos possuem as madrugadas e seguem em frente no arrepio do destino destes poemas de amor. Fica comigo, porque estou contigo poemando-te. Se por acaso eu não estiver, sabe que sempre estou e te estou. Sou uma vertigem no-em-ti.

sábado, fevereiro 17, 2007

Poema táctil

Vou-te contar um segredo
um segredo simples porque breve
um segredo complexo porque íntimo como todos os segredos

O segredo é este:
não é a carícia que em ti faço que me fascina
não é o movimento lento e febril que te arrepia que me fascina
não é sequer o teu corpo retesado que me fascina

O que me fascina é que me fascino quando sinto
que a carícia é o movimento que ainda não comecei
quando comecei no exacto momento em que ainda não o sentiste

Toda a carícia no corpo de um mulher
só tem sentido não quando por ela sentido
mas quando antecipado no futuro sentido
por exemplo no teu que o sentes, no meu que to farei sentir

Diz lá agora: sentes sentindo o que sentirás?

6 Comments:

  • At sábado, fevereiro 17, 2007 10:22:00 da tarde, Anonymous Vertigem said…

    Poeta dos meus sonhos,

    A historia que me contas,
    Soa complexidade...
    Ecoa simplicidade...
    O que dela sei repito agora em silêncio hesitante:

    O que te fascina sou EU
    esquecida no teu corpo nos movimentos
    em tons arco-íris
    lembrada no arrepio febril da caricia
    em tons preto-branco.

    O que me fascina és TU
    que me guias no atalho errado do desconhecido
    que me fazes tua na incerteza da desnuda rosa
    que me retratas nua nas lentes da emoção
    que me matinas no dezsonho dulcificado do poente.

    Aqui e agora, apenas o EUTU sem travessão te fascina quando me sentes sentindo o que sentiste.

     
  • At segunda-feira, fevereiro 19, 2007 4:56:00 da manhã, Anonymous Gabi Ninck said…

    Homem,Amor Homem,

    (Eu disse, não mais aqui viria; Chamou-me em poesia...sim, não resisti... voltei para ti.)
    ----------------------------------
    Homem, Amor Homem,

    Ouve lá:

    O segredo que me contas
    sabes tanto e mais tanto
    que do simples ao complexo
    ato de amor - corpo meu
    em amplexo teu...redoma eu

    Já então fizestes,fazes,fazendo-me
    carícias cálidas e desejos todos
    arrancou-me o azul
    peça que assim cobria
    pedaço meu...teu maior desejo
    Quer outro beijo?
    Hummmmmmmmmmmmmmm...delícia!

    Foi só uma pausa
    a razão deste beijo
    prolongo teu fascínio
    dançando em teu corpo movimentos ritmados em compassos táticos
    e escorrego no corrimão dos sonhos
    que então te faço
    corpo teu

    Sentindo...teus sentidos
    consentido

    rasgo, corto ao meio
    com a lâmina do desejo
    presente do futuro
    colando neste hoje
    intenso sentir, doce sabor de ti

    Vem Homem...vem prá mim
    já em febre deixou-me agora
    Sinto-te, sinto-te
    pressinto-te aqui

    Tuas mãos em deslizes - carícias
    Teus braços envoltos - toma-me
    Tua boca em sussurros - gemidos

    Faz-me toda nua
    Tua posse
    Coisa tua
    Meu delírio...a Resposta:
    Nem simples nem complexa
    composta
    De VONTADES e QUERERES - Desejos
    De SENTIDOS e SENTIRES - Prazer
    Da ÂNSIA ao ÊXTASE - Climax

    Sinto-te...sinto-te assim:
    Já dentro de mim!

     
  • At segunda-feira, fevereiro 19, 2007 11:11:00 da manhã, Blogger Diva said…

    Segredos? So ao pe do ouvido...sem tactear poemas...apenas sentindo palavras...
    Bjs meus

     
  • At segunda-feira, fevereiro 19, 2007 8:45:00 da tarde, Anonymous marx s said…

    Gabi, voce voltou, voltou para mim ou para este poeta que me parece faz pouco caso de ti? Estou sempre lendo-te e imaginando-te.Como faço para uma comunicação consigo? Teu eterno admirador

     
  • At quinta-feira, fevereiro 22, 2007 3:57:00 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Fascinante como sempre!!

     
  • At quinta-feira, fevereiro 22, 2007 11:36:00 da manhã, Anonymous " Um anjo" said…

    Como explicar tamanha sensibilidade em um único ser humano!! És por mim admirado cada dia um pouco mais,e sentido intensamente através de suas palavras maravilhosas!!

     

Enviar um comentário

<< Home