Diário de um poeta

Aqui, onde os sonhos possuem as madrugadas e seguem em frente no arrepio do destino destes poemas de amor. Fica comigo, porque estou contigo poemando-te. Se por acaso eu não estiver, sabe que sempre estou e te estou. Sou uma vertigem no-em-ti.

sábado, junho 28, 2008

quente e doce

amo serte quando
quente e doce
total e aberta
enseada onde me ancoro
destino onde me resguardo
emprestas à madrugada
o selo húmido da entrega

sabe que cada partícula do sémen
é uma carta de amor que te escrevo

5 Comments:

  • At sábado, junho 28, 2008 2:01:00 da tarde, Blogger Vertigem said…

    Poeta dos meus sonhos,


    Amo-te ser-te sempre
    incompleta
    intotal
    enseada
    âncora
    quente e doce.

    Amo-te ser-te sempre
    húmida na entrega
    burilada em brisa
    aguardando eterna
    a crença do teu amor.

    Amo-te ser-te sempre
    recebendo em mim
    cada gota de ti,
    erguendo em meu mundo
    tuas palavras em sémen,
    sossegando em mim
    o ardor entre as coxas.

    Amo-te ser-te sempre
    com uma velha urgência
    na firmeza da tempestade
    abrigando o mundo na alma.

    Sabes? Cada poema que me ofereces é guardado em nosso futuro.

     
  • At sábado, junho 28, 2008 8:47:00 da tarde, Blogger Carlos Serra said…

    Hummm...há no poema grupos imagéticos belos..

     
  • At domingo, junho 29, 2008 6:22:00 da tarde, Blogger intimidades said…

    nao sou boa com palavras, mas sempre que leio um poema fico com a cabeça cheia de imagens

    jokas

     
  • At segunda-feira, junho 30, 2008 11:14:00 da tarde, Blogger intimidades said…

    quanto mais leio mais descubro.

    bebo sofregamente cada carta de amor que escreve

     
  • At segunda-feira, junho 30, 2008 11:23:00 da tarde, Blogger Lisa said…

    Prof: Carlos
    aqui está um poema que faz a imaginação ir para caminhos mais ousados...Desculpe-me a minha franqueza mas fico a imaginar o sitio onde foram escritas tão belas palavras e imagino também se estaria sozinho nesse dia.. Hummm Quero acreditar que não, porque palavras como essas só mesmo acompanhado.

    :-) Lisa

     

Enviar um comentário

<< Home